Blog

Apresentação

Sendo a Lean Six Sigma uma estratégia de negócio seguida pelas grandes empresas mundiais de referência, o Programa de Especialização em “Lean Six Sigma Black Belt”, assente numa forte componente de competitividade e produtividade, dotará os seus destinatários de ferramentas estratégicas, táticas e operacionais no Modus operandi das organizações.

 

Objetivos

Este curso permite aos formandos atuar em três grandes níveis de uma organização:

– Estratégicos: saber exatamente o que deve ser feito dentro de uma organização para implementar a Lean Six Sigma como uma estratégia de negócio com uma abordagem top-down;

– Táticos: eliminar um problema através de uma metodologia muito própria e através da realização de um projeto, com um impacto direto positivo na demonstração de resultados de uma organização;

– Operacionais: fundamentar um pensamento mais claro, lógico e factual (onde conceitos de desperdício e variabilidade estão sempre presentes) na gestão do dia-a-dia e nas decisões que são tomadas.

 

Perfil do Candidato

Engenheiros e gestores que queiram aprofundar métodos robustos de resolução de problemas, com o objetivo de aumentar a eficácia e a eficiência dos principais processos de uma empresa.

 

Pré-Requisitos

Licenciatura

Requisitos para o Diploma

Lorem Ipsum is simply dummy text of the printing and typesetting industry. Lorem Ipsum has been the industry’s standard dummy text ever since the 1500s, when an unknown printer took a galley of type and scrambled it to make a type specimen book.

 

Objetivos: Propósito da Lean Six Sigma. Definição da Lean Six Sigma. Origem e evolução da Lean Six Sigma. Funções e Responsabilidades da Lean Six Sigma. Integração da Lean com a Six Sigma.

Objetivos: Introdução à Lean. Definição, origem e evolução da Lean. Os 5 princípios da Lean – value, value stream, flow, pull, perfection. A casa Lean. Benefícios da Lean. 7+1 formas de desperdício. Kaizen e DMAIC. Exercício de simulação. Fase Define e Measure. Entender o cliente e medir o processo atual. Observação do Gemba – círculo de Ohno. VSM: mapeamento da cadeia de valor – atividades, materiais e informação. Takt-Time. Dados e métricas Lean: monitorização do desempenho. Fase Analyse. Identificação das causas-raiz. Identificação das atividades VA/NVA. Estudos ao layout. Análise de nivelamento e balanceamento. Análise de Setups. Exercício de Simulação. Fase Improve. Listar potenciais soluções / soluções otimizadas. VSM (ideal e to-be). Sistemas de gestão de produção (pull vs push). JIT, KanbanJidoka, Poka-YokeSMED. Produção peça a peça. Cell-Design. Total Productive Maintenance. Fase Control. Estandardizar soluções. Gestão visual; 5SSOP. Exercício de Simulação.

Objetivos: Define. Gestão do projeto por uma abordagem PMI®. Conceitos-chave da metodologia DMAIC. As 5 fases da metodologia DMAIC. Critérios de escolha de um projeto de Lean Six Sigma. Aprovação do projeto; documento do projeto, diagrama SIPOC. Entender o cliente; recolha e análise da voz do cliente e ferramentas da qualidade a elas associadas, CTQ e defeitos definidos; priorização das CTQ por análise de Kano e sua validação. A reunião de fase Define. Measure. Avaliar o sistema de medição – conceitos básicos chave. As fontes de variação num sistema de medição. Exatidão e precisão de um sistema de medição. Estudos de calibração, de teste-reteste e de GR&R. Avaliação do sistema de medição. Conceitos básicos de estatística; Estudos às principais distribuições estatísticas. O nível sigma como métrica. Plano de recolha de dados, checklists e ferramentas visuais. Controlo estatístico do processo para dados contínuos, contáveis e atributivos. A baseline do processo e outras métricas de desempenho utilizadas. A reunião de fase Measure. Analyse. As ferramentas associadas à listagem e priorização de variáveis. A aplicação da inferência estatística na validação das causas-raiz. Intervalos de confiança e testes de hipóteses paramétricos. Testes não paramétricos. Testes de qualidade de ajuste e de associação. 1-way ANOVA. Regressão linear simples, múltipla e regressão logística binária. Análise estatística multivariada. Postulação de teorias y = f(X). A reunião de fase AnalyseImprove. Tipo de desenho de experiências: caraterização, fracionado, completo e resposta em superfície. Construção, análise e interpretação. Geração de ideias. Criação de soluções. Critérios de aplicação da solução e avaliação dos riscos. Boas práticas de apresentação de projetos. Planeamento e desenvolvimento para a avaliação do novo processo. A reunião de fase ImproveControl. A validação do sistema de medição para as variáveis críticas de entrada X. A standardização de um processo. Ferramentas associadas à standardização de um processo: prevenção e controlo. SPC avançado – Produções pequenas, séries temporais e multivariada. Fecho do projeto: lições aprendidas, comunicação e avaliação.

Objetivos: A matriz Hoshin Kanri e o alinhamento estratégico. O foco no cliente. O workshop executivo. O workshop dos champions. Gestão dos processos de negócio. Quadros de bordo. Indicadores chave de desempenho. Gerir o esforço. Prioritização de projetos. Planos de reconhecimento. Auditorias de processo. Medição do desempanho da estratégia: E = Q x A. Manter o momentum. Alargar a formação ao resto da organização. Desenvolver a DFLSS. Estender a LSS aos processos transversais da organização. Estender a LSS aos fornecedores e clientes.

Objetivos: A dicotomia «liderança/gestão». Clarificação da fronteira entre liderança e gestão. Liderar para a mudança. A liderança pelos valores. Princípios-chave de gestão da mudança. Inovação, consenso e conformismo. Teorias base e modelos de liderança. A liderança transformacional. Processo de Coaching no contexto organizacional. Motivação – estado de recursos – the owner strategy self-talk. Impacto do Coaching na arte de trabalhar em equipa – o poder da escuta ativa, da observação consciente e da arte de perguntar na relação entre coach coachee. Do conceito ao comportamento observável. Visão sistémica vs visão de túnel. Calibração, sincronização, espelhamento, condução, rapport, backtracking, articulação, feedback. Estabelecer objetivos, stepping, ecologia das decisões, cenários de hipóteses e assunção da responsabilidade pela ação.

Objetivos: Razões e fundamentos para a aplicação da DFLSS. Metodologias DFLSS – DMADVICOV. Ferramentas DFLSS. QFDDesign Axiomático. TRIZDesign for X. Design de Tolerâncias. Design de Protótipos.

Objetivos: Introdução aos princípios da Teoria das Restrições. Síntese das lições do livro «A META». O que é manufatura sincronizada. Quais os benefícios. Como aplicar o método Tambor/Pulmão/Corda (TPC). Dinâmica lúdica com dados – 1.° exercício de fixação. Como gerenciar pulmões. Os 5 passos para melhorias na TOC. «Mundo dos Ganhos» & o Instrumento Bússola – 2.° exercício. Método de raciocínio e a Árvore da Realidade Atual (ARA). Dispersão da nuvem – 3.° exercício de fixação.

Objetivos: – Normas, regras e boas práticas para a escrita de um white paper associado ao projeto;
– Técnicas e boas práticas de apresentação.

 

COORDENADORES

Luís Manuel Mendonça Alves

Luís Manuel Mendonça Alves

Professor Associado no Institituto Superior Técnico
Professor no IST desde 1998, associado na área científica de Tecnologia Mecânica e Gestão
Industrial. Responsável pelas disciplinas de “Tecnologia de materiais” e “Metrologia e
qualidade”

Ver Mais

FORMADORES

Luís Manuel Mendonça Alves

Luís Manuel Mendonça Alves

Professor Associado no Institituto Superior Técnico
Professor no IST desde 1998, associado na área científica de Tecnologia Mecânica e Gestão
Industrial. Responsável pelas disciplinas de “Tecnologia de materiais” e “Metrologia e
qualidade”

Ver Mais

Ricardo A. Castro

Ricardo A. Castro

Professor Associado no Institituto Superior Técnico
Professor no IST desde 1998, associado na área científica de Tecnologia Mecânica e Gestão
Industrial. Responsável pelas disciplinas de “Tecnologia de materiais” e “Metrologia e
qualidade”.

Ver Mais

 

A avaliação (e nota final) consiste no seguinte:

50% – Projeto
10% – Apresentação do Projeto
40% – Exame de Escolha Múltipla
As condições de aprovação são mais de 11 valores no exame, mais de 9,5 valores no Projeto e mais de 9,5 valores na nota
final.

ECTS: 22

O formando pode optar por fazer este curso no formato Curso de Formação (pelo mesmo valor) sem avaliação e sem
atribuição de ECTS, requerendo 85% de presenças. No final, o formando receberá um Certificado de Curso de Formação.

 


 

Valor do Curso: 900 € 

Este valor inclui:
. Estacionamento;
Coffee breaks;
. Jantar de fecho;
. Software Minitab 18 no decorrer das aulas;
. Acesso ao grupo secreto no Facebook com todos os Lean Black Belts das edições anteriores;
. Diploma e Certificado.

Caso seja ex-aluno e queria repetir apenas o projeto, o custo do mesmo é 200€.

Reduções e Condições Especiais (não cumulativas):

. Rede de Parceiros do Instituto Superior Técnico: 20%
. Colaboradores do Instituto Superior Técnico:10%
. Particulares: 20%
. Condições para Associações e protocolos empresariais

Para mais informações contacte catarinagcarvalho@tecnicomais.pt

Mais Informações:

Caso necessite de financiamento para esta formação, saiba as condições que o Santander tem para os seus clientes aqui. Pode, também, entrar em contacto com a Dra. Katia Trigo, responsável pelo balcão no Técnico, através do katia.trigo@santander.pt.

De forma a candidatar-se ao curso, o candidato deverá enviar para info@tecnicomais.pt os seguintes documentos: carta de motivação, cópia do CV atualizado e scan do(s) certificado(s) do(s) curso(s). Os documentos serão, posteriormente, submetidos à avaliação do coordenador do curso. O candidato será depois notificado, pela equipa do Técnico+, se a sua candidatura foi aceite e como pode proceder à inscrição do curso.

 

Catarina Carvalho
Catarina CarvalhoMarketing Técnico+
Read More
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.
Catarina Carvalho
Catarina CarvalhoMarketing Técnico+
Read More
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.
Catarina Carvalho
Catarina CarvalhoMarketing Técnico+
Read More
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.
Previous
Next

 

Outras Informações
  • 1ªedição (Presencial): Início a 11 novembro 2020
  • Candidaturas abertas até 20 outubro 2020
  • Duração: 194 horas
  • Horário: 2ª e 3ª feira, das 18h30 às 20h00
  • Nivel Técnico: Básico
Cursos Relacionados

Avaliação

  • O formando pode optar por fazer este curso nos seguintes formatos (o preço é o mesmo para qualquer um dos formatos):
  • Curso de Formação: sem avaliação e sem atribuição de ECTS, requerendo apenas 85% de presenças. No final, o formando receberá um Certificado de Curso de Formação.
  • Programa de Especialização: com avaliação e atribuição de ECTS.  No final, o formando receberá um Diploma de Programa de Especialização.

A avaliação (e nota final) consiste no seguinte:

  • 50% – Projeto
  • 10% – Apresentação do Projeto
  • 40% – Exame de Escolha Múltipla

As condições de aprovação são mais de 11 valores no exame, mais de 9,5 valores no Projeto e mais de 9,5 valores na nota final.

O modelo de certificação segue as orientações e requisitos da American Society for Quality. Os alunos interessados no exame da ASQ em Six Sigma Black Belt recebem um aconselhamento apropriado com vista à sua aprovação. Até à data, todos os alunos que são apontados para este exame tiveram uma taxa de sucesso (aprovação no exame) de 100%.

Mais informações:

Exame

– O exame é constituído por 160 questões de escolha múltipla.

– Cada questão apresenta 5 respostas possíveis.

– O número de respostas corretas mínimas no exame é de 88.

– No caso de reprovar no exame, o aluno repetirá os módulos cuja classificação foi inferior a 55%.

Projeto

– O título do projeto é definido e entregue até dia 1 de Abril de 2020.

– Cada mês de atraso na entrega do artigo científico (projeto) implica uma penalização de 0,5 valores.

– A sessão de apresentação dos artigos entregues depois do dia 1 de Setembro de 2020 ocorre num dia em Dezembro de 2020.

– No caso de reprovar no projeto, ou de o mesmo não ser entregue até dia 1 de Dezembro de 2020, o aluno terá de realizar um novo projeto.

– O aluno não será penalizado no tempo da apresentação do projeto se esta for inferior a 12 minutos.

 


 

Notícias Relacionadas

Mais Informações e Inscrições

    De forma a candidatar-se ao curso, o candidato deverá enviar para info@tecnicomais.pt os seguintes documentos: carta de motivação, cópia do CV atualizado e scan do(s) certificado(s) do(s) curso(s). Os documentos serão, posteriormente, submetidos à avaliação do coordenador do curso. O candidato será depois notificado, pela equipa do Técnico+, se a sua candidatura foi aceite e como pode proceder à inscrição do curso.


Free 10 Days

Master Course Invest On Self Now

Subscribe & Get Your Bonus!
Your infomation will never be shared with any third party